domingo, 23 de novembro de 2014

Mãos.


22 comentários:

  1. Sempre com um olhar diferente...
    Gostei muito dessa foto, principalmente da nitidez...
    Parece que ele está terminando um buda gigante,,,
    Quando vieres, em dezembro, vamos fazer outro tour pelo interior de Nova Palma...
    Abraços primo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz primo. Combinado. Vamos fazer esse tour pela região sim.
      Abraço

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado Piedade.
      E como sempre, se vc gostou, eu fico feliz rsrsr
      Bjo

      Excluir
  3. Bonita captura!
    Una fotografía muy zen.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  4. Sensacional!! adorei e fico admirando!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vilma por aparecer por aqui novamente.
      Estava fazendo falta.
      Bjos

      Excluir
  5. Esta petrificação já não tem nada a ver comigo. A menos que eu petrificado, tenha ganho uns bons abdominais.
    :-D

    Pormenor bem retratado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desta vez não tem a ver contigo meu caro amigo rsrsrsr
      Obrigado pela visita.
      Abraço

      Excluir
  6. Uma imagem bem Zen, maninho!
    Só teria puxado o ângulo ligeiramente abaixo, para a imagem ter mais alguma folga...
    De resto tudo perfeito, harmonioso e equilibrado!
    Namastê!!!!
    Beijos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e comentário mAna.
      Prometo que na próxima levarei suas dicas em consideração.
      Namastê.
      Bjos

      Excluir
  7. Gostei muito. Essas mãos não são um detalhe, mas toda a composição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela visita, comentário e por tornar-se uma seguidora Marilene.
      Espero receber mais visitas rsrsrs
      Abraço

      Excluir
  8. O Dhyana Mudra é um gesto universal usado durante a meditação e os estados de relaxamento. Por ser um gesto considerado sagrado, a mim, pelo menos, traz uma sensação de respeito, de paz e bem estar.
    Os contos populares dizem que Sidharta, após ter vagado por seis anos procurando a libertação do sofrimento humano, escolheu uma árvore (posteriormente foi batizada de árvore do conhecimento ou árvore Bodhi) e encostado nela sentou-se com as mãos postas em Dhyana mudra, o gesto da meditação (justo este da foto) e disse que dali não sairia até alcançar a iluminação. Deixou de lado tudo o que aprendera sobre meditação e buscou olhar profundamente para cada evento dentro da mente, então ele percebeu a realidade de todas as coisas, percebeu que tudo era efêmero, que todas as coisas são passageiras, ele percebeu que tudo existe de uma forma interdependente com o resto, nada existe separadamente.
    Jéfferson, desculpe a "explicação" que fez alongar o comentário, mas mesmo sabendo que tu não desconhece o significado do gesto, quis fazer este adendo.
    Grata pela beleza da foto que tão bem soubeste focar, e sabendo-te tão sensível ouso dizer que também viveste um belo momento ao contemplá-la.
    Um sorriso na tua alma e uma estrela no teu olhar para enfeitar as horas dos teus dias,
    Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá minha querida amiga Helena.
      Muito obrigado por deixar uma belíssima explicação sobre o Dhyana Mudra...
      O que mais gostei e que poderia ficar de lição para todas as pessoas que aqui visitam e "perdem" um pouco do seu tempo para apreciar as imagens e ler os comentários dos amigos, é sobre a percepção do Buda de que tudo é efêmero, que tudo passa e que tudo está interligado em nossas vidas...
      Vc fique bem à vontade em se estender nos seus comentários que são muito pertinentes, iluminados, gentis e de grande valia à mim e espero que para os que por aqui passam.
      PS: Sobre o dia em que retratei a imagem, foi sim um belíssimo dia em uma lugar magnífico que fica no interior do interior do Rio Grande do Sul, onde um grande artista, chamado Rogerio Bertoldo que tem um espaço com mais de 500 esculturas que retratam Budas, Dadhus, posições do Yoga, animais e pessoas.
      Uma pessoa com um verdadeiro dom, descoberto há pouco tempo e que recebeu à mim e ao meu primo Fabricio (que tbm é blogueiro) com maior simpatia, educação, prestatividade e gentileza. Foi um grande dia de aprendizado, fotos, risadas e bem-estar.
      Um grande beijo e um ótimo domingo.

      Excluir
  9. Muito interessante a foto,Jéfferson
    Super criativa ,dá vontade ficar olhando essas mãos tão perfeitas parece que vão se mexer... rs
    Gostei muito da ideia.
    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Lis por apreciar a imagem.
      Essas mãos fazem parte de uma imagem de um Buda gigante que está localizada no Jardim das Esculturas em São João dos Melos no interior do RS.
      Abraço

      Excluir